.

Bolinha de sabão


.
Bolinha de sabão
...
.
É tão bom ficar olhando
as cores se misturando
nas bolinhas de sabão!
.
Cada uma é um brilhante,
que eu apanho rapidinho
antes que caia no chão!
.
Quando ela estoura em mil cores,
é um arco-íris inteiro
brincando na minha mão!...
.
.
Helena Chiarello
.
Imagem google, editada por mim

16 comentários:

Majoli disse...

Quisera eu, ter o dom de poetizar tão lindo assim.
Fico encantada com esse mundo infantil.
Amo bolinhas de sabão.
Quando venho aqui, a criança que ainda existe em mim deixa a mulher adulta para trás.
:)
Beijos querida Helena.

Ana Paula disse...

Dias atrás fiquei observando as criancas brincando de bolinhas de sabão e como elas se encantam, são levadas pela leveza das bolas, assim alegres como a tua poesia.

✿ chica disse...

Eu as adoro até hoje...

Voo com elas!

Lindo,Helena!


Um dia lindo por aí,tuuudo de bom,chica

Gaivotadourada22 disse...

Entre a vida e a criança existe uma divina cumplicidade... Quando estouram bolinhas de sabão nos rituais de nossa infância, liberam-se arco-íris nos ensinando que as cores são vitais para a plena felicidade da alma... Assim vivenciamos Alegrias, Alegrias, Alegrias...!!!
Beijos Mil, minha querida Amiga Poeta!!! Adorooooooooooo!!

Minéia Pacheco disse...

Olá Helena,

Lindo, como sempre!
Meu filho AMA bolinhas de sabão, corre e estoura todas!! rsrsrs.
Uma graça!

Beijão para você!!!

by Rapha C.M. disse...

Que Poesias lindas...
Que gravuras lindas!
Foi um prazer passar por aqui, puro encantamento!
Um Abç!

vou seguir tb...

soninha disse...

Show!Muito show!!bjs

Anne Lieri disse...

Saudade desse tempo de bolinhas de sabão!Muito lindas as suas poesias,Helena!Bjs,

manuela barroso disse...

...uma poesia tão rítmica...que parece uma canção...tal é a musicalidade!
Lindo! Simplesmente!
Abraço Poetisa!

Amapola disse...

Bom dia.

Que gracinha de poesia!!

Um grande abraço.
Maria Auxiliadora (Amapola)

Estou lhe seguindo.

Anderson Fabiano disse...

Stella mia,

Poucas coisas causam tanto encantamento pra uma criança como um arco-iris.

Cores que se mexem, mundos que se ondeiam, luzes dinâmicas, magia nascida do nada. Fascínio puro!

E você, com esses olhinhos privilegiados e essa alma que sabe resguardar a criança de você, soube ver e traduzir pros petizes toda essa atmosfera onírica, numa linguagem que chega fácil aos seus coraçãozinhos.

Então, só me resta repetir: amo você, poetinha!

Barba

neno disse...

Oi,Helena

Gostei muito dessa poesia e adoro brincar com as bolhinhas de sabão bem coloridas
.
bj neno

Cantinho do Neno disse...

Oi Helena , Voltei para desejar uma ótima semana bjs do Neno

Cacá - José Cláudio disse...

Uma latinha vazia de leite condensado, um talo de folha de mamão e água com sabão onde a mãe tinha deixado roupas de molho no tanque. Sabão em pó era muito caro.rsrs. Eis a receita de diversão garantida de minha infância.E quanta saudade boa! Adorei, Helena! Meu abraço. Paz e bem.

Anônimo disse...

Que lindo.
Ainda hoje gosto de ver e fazer as bolinhas de sabão.Aí o José Cláudio fazia-as com um talo, eu e os miúdos do meu tempo era com uns carretos de linhas, feitos de madeira.
Quando as linhas (de costura) acabavam utilizavamos esses carros de linhas para fazer muitas coisas.

Gosto muito deste seu cantinho.
Isabel

ganhar mais seguidores disse...

mto bom o blog