.

Entre gatos e passarinhos



Entre gatos e passarinhos

De cima de um muro alto
espiava um gatinho.
Torcia o bigode, curioso,
mexia, nervoso, o focinho,
tentando chegar mais perto
do galhinho de uma árvore
onde estava um passarinho.

O gatinho, esfomeado,
olhou, mediu com cuidado
a distância que havia
entre ele e o passarinho,
e deu um salto arriscado
pra apanhar o coitadinho...

Mas passarinho tem asa
e esperteza também!
Voou rápido, o bichinho
(meio surpreso e assustado)
e pra não virar comida
fugiu pra árvore ao lado.

O gato, desajeitado,
ficou roxo de vergonha
(e esfolado também!)
Errou o pulo, o coitado,
ficou num galho enroscado
e não almoçou ninguém!

Um dia ainda te pego,
miau-miou o gatinho.
Vai ter que ser mais esperto
piu-piu riu o passarinho.
Deixou o gato miando,
bateu as asas, cantando
e foi fazer outro ninho.

Helena Chiarello

Imagens: Google, editadas por mim

20 comentários:

Gaivotadourada22 disse...

Ainda bem que entre mortos e feridos todo mundo se salvou... Rsrsrs...
Esperto o passarinho,
Novato era o gatinho...
"Coisa de criança"... Rsrsrs!
Lindinho, lindinho!!!
Beijos Lê! Adorooooooo!!!!

Ana Paula disse...

Esse gatinho queria nada comer o passarinho! Acho que queria é fazer um amigo... Adoro gatos, adoro suas koisinhas de crianças. Beijos

✿ chica disse...

Que amor e que bom que o gatinho se deu mal...

O passarinho foi espertinho.Adorei! Tu és danadinha de inspirada!Um amor!

um beijo,tudo de bom,chica

Su disse...

Bom dia minha amiga querida...

Muito esperto esse passarinho, hehehe, adorei!!!
Entre miaus miaus e pius pius... todos sairam felizes e "inteiros"...rs

Muito fofa a poesia amiga...

A cada verso que lia, via o meu quintal... gatinhos (três) que circulam por aqui atrás dos passarinhos (vários)...

Ontem foi feriado aqui, fiquei ausente esses dias... aproveitamos para descansar um pouco. Mas a casa ficou uma bagunça...rs
Saudades...
Beijokas e um lindo dia para os dois! Su.

Cantinho do Neno disse...

Oi Helena, Linda poesia!!!
Que bom que o passarinho foi esperto e voou pra outra árvore!!!
Bjs do Neno

Minéia Pacheco disse...

Olá Helena,

Esperto passarinho que fugiu do gatinho a tempo e que gatinho desajeitado heim?
Ainda bem que todos ficaram bem!

Beijinhos para você!!!

Pepi disse...

Ufaa!
Ainda bem que o passarinho se saiu bem...
Um amor estes versinhos, Helena
Beijinhos de
Verena e Bichinhos

Su disse...

amiga, bom diaaaaa...
entre gatos e passarinhos e pãezinhos caseiros deliciosos...rs
desejo a família aí um dia de amor, solzinho se possível e muita alegria em todos os corações... Beijokas. Su.

e continuo aqui com esse gatinho danado...eita!!!

Su disse...

amiga ocupadíssima tem selinho pro cê la no meu cantinho...hehehe

beijinhos. Su...

Anne Lieri disse...

Helena,esse passarinho é bem mais escolado que os meus...rss...adorei a poesia do gatinho!Muito fofa a historinha!Bjs e meu carinho sempre!

Cacá - José Cláudio disse...

Oi, Helena. Adoro sua poesia infantil. Aqui na minha casa a minha cachorra tem uma implicância danada com os passarinhos. Curioso é que os pombos vem aqui, comem de sua ração e ala nem tá aí. Já os passarinhos, ela vive na espreita. rsrs. ABraços. Paz e bem.

Leninha disse...

Helena querida,também eu,como o amigo
Cacá,tenho uma cachorrinha que não dá paz para os passarinhos...
Mais uma linda poesia trazendo uma
bela mensagem para as crianças,como só você sabe fazer.E mais uma prá eu mandar para Ana Paula,que vai adorar.
Bjssssss e um lindo domingo prá vocês,
Leninha.

manuela barroso disse...

Oh...querida Helena...a tua poesia para criança( não acho , não...) é das coisas mais fofinhas que eu conheço!
Essa esperteza entre gato e passarinho, enternece porque um e outro são dois seres muito cativantes. Quem não gosta de passar a mão pelo pêlo de um gato?(...)
Quem não gosta de segurar a delicadeza de um passarinho? E um e outro se "cotucam..."...desafiando-se!
Depois vem a parte linda, da forma como consegue "descer", subindo até ao patamar da linguagem que ainda hoje nos faz reviver as histórias da infância!
Só a Helena!
Lindo, como sempre.Fico mesmo embevecida minha querida!
Vou juntar estas historinhas...quem sabe um dia não as conte a mais alguém?
"Sabes...veio do Brasil assim uma história...contada pela Helena Chiarello..."
E assim te guardo na alma...!
Bjisssssssss

Anderson Fabiano disse...

Stella mia,

Nem mesmo os botes, tidos como certeiros garantem o sucesso de quem os tenta..

Histórias de gato e passarinho ultrapassam os limites da poesia e invadem, por vezes, o mundo real.

Mas, no confronto entre o Bem e o Mal, o mocinho sempre vence no final. rssss

Adoro saber que somos os mocinhos...

kkkkkk

Amo você, piazinha! rsssss

Barba

Majoli disse...

Helena, saudades de ti querida.
Não te tinha nos favoritos do rabiscos da alma, por isso só hoje estou lendo mais uma poesia encantadora sua.
Ficou linda, amo gatos e passarinhos.

Citei você em uma postagem minha, do dia 18/06, depois tendo um tempinho, vá lá ler.

Beijos com carinho.

Luh Ciecelski disse...

Li para minha irmã :)
Ela disse : "Que legal! lê outro?"
Amamos os teus poemas!

Cantinho do Neno disse...

Oi Helena,vim deixar um beijo!!!

Anônimo disse...

Há tempos que aqui não espreitava.
Lindos, lindos os seus poemas.
Uma comprensão das coisas de quem continua um pouco criança por dentro, não é?

Um abraço
Isabel

Beatriz Menezes disse...

Que passarinho mais medonho!
Que gato mais danado!
E que poesia mais bonita!
Um beijo...

soninha disse...

Inda bem que ele tem asas..rs.beijinhos de luz!PAZ!